Em que consiste?

O seu campo de tratamento é muito amplo pois abrange todo o corpo humano podendo tratar as doenças mais frequentes. Não interessa ao osteopata apenas a eliminação do sintoma, ele procura sempre a causa do sintoma para poder eliminar o problema e curar o doente.

Pode ajudar a resolver enxaquecas, problemas digestivos, insónias, problemas respiratórios ou outros.

É uma disciplina terapêutica que se interessa pelo organismo humano e os seus movimentos, procurando desbloquear as restrições de mobilidade que possam existir nos músculos, esqueleto, articulações, mas também dos órgãos internos e da parte sacrocraniana (do crânio ao osso sacro, no fim da coluna). Age no tratamento de várias doenças mas também na sua prevenção, sem recurso a medicamentos ou cirurgia. A osteopatia vê o organismo humano como um todo, onde tudo está relacionado e pode influenciar outros sistemas: por exemplo, o sistema articular, através do sistema neurológico pode influenciar a parte visceral, dos órgãos internos. Através de técnicas manuais, o osteopata procura reequilibrar o organismo.

A quem se destina?

A quem sofrer de dores osteomusculares, com qualquer idade.

Em que situações pode ser utilizada a Osteopatia

  • ciáticas
  • lombalgias
  • cervicalgias
  • escolioses
  • hérnias discais
  • torcicolos
  • síndromes do túnel cárpico,
  • tensões
  • contraturas musculares.