O Terapeuta da Fala é o profissional responsável pela prevenção, avaliação, tratamento e estudo científico da comunicação humana e perturbações relacionadas com a linguagem. Neste contexto, a comunicação humana engloba todos os processos associados à compreensão e à produção da linguagem oral e escrita assim como todas as formas apropriadas de comunicação não-verbal.

A terapia da fala e o papel do Terapeuta da Fala consiste na prevenção, rastreio, avaliação, diagnóstico e intervenção de diferentes patologias em áreas de intervenção/actuação específicas que estão em grande parte dependentes da evolução recente da profissão, das mudanças da sociedade a nível dos cuidados de saúde e inclusão social e dos avanços tecnológicos e científicos, sendo por isso considerada uma profissão dinâmica e em desenvolvimento contínuo. Como tal, às áreas de intervenção já definidas, vão sendo acrescentadas constantemente outras áreas que reflitam as necessidades da população.

O Terapeuta da Fala trabalha tanto com crianças como com adultos:

  •  No que respeita às crianças, trabalha por exemplo com:

    • Perturbações da linguagem (atrasos no desenvolvimento da linguagem, perturbações específicas de linguagem, dislexia);

    • Perturbações da fala (perturbações da articulação verbal ou da fluência [gaguez]);

    • Perturbações da comunicação;

    • Perturbações da motricidade orofacial;

    • Perturbações da voz (rouquidão persistente, afonia…)

    • Perturbações da mastigação e deglutição;

    • Perturbações da linguagem e fala resultantes de lesão neurológica;

    • Perturbações da leitura e escrita (dislexia, disortografia…)

  • No que respeita aos adultos, trabalha por exemplo com:

    • Perturbações da Voz (afonia, rouquidão);

    • Perturbações da fala ou linguagem resultantes de lesão neurológica (por exemplo, após AVC ou por doença degenerativa)

    • Disfagias e perturbações na alimentação;

    • Perturbações da Motricidade Orofacial (por exemplo, paresias faciais);

    • Perturbações da fluência (gaguez);

    • Perturbações da comunicação;